Da biblioteca de casa: a poesia de Wislawa Szymborska

"Não há perguntas mais urgentes do que as perguntas ingênuas" "Existe então um mundo assim sobre o qual exerço um destino independente? Um tempo que enlaço com correntes de signos? Uma existência perene por meu comando? A alegria da escrita. O poder de preservar. A vingança da mão mortal." "Escuto vozes não menos que os … Continue lendo Da biblioteca de casa: a poesia de Wislawa Szymborska