Dos arquivos: O estranhamento como arma para entender o Japão

Imagina-se que Tóquio, capital de primeiro mundo, esteja imune a certos crimes. Jake Adelstein fez o possível para provar que essa sensação não corresponde à realidade. Em "Tóquio Proibida" (Companhia das Letras), o jornalista norte-americano de origem judaica desce ao submundo japonês para relatar casos de tráfico de mulheres, ações da Yakuza, a máfia local, e … Continue lendo Dos arquivos: O estranhamento como arma para entender o Japão

Anúncios

Um Japão servido ao ponto

Entro na Fnac e vejo o cartaz: Feirão de Livros. Não sabia e nem era meu objetivo passar pela livraria. O cartaz provocou um desvio de rota. Procuro pelas prateleiras ou mesas com os livros da promoção. E nada. Até que pergunto a um vendedor onde ficam os livros do tal feirão. Ele me indica … Continue lendo Um Japão servido ao ponto