O Japão por meio do sexo e da morte, sem ensaios e preliminares

Dois livros escritos por autores japoneses na primeira metade do século 20 são capazes de transformar a obra de Haruki Murakami em algo similar aos títulos de YA (jovens adultos). "Vita Sexualis", de Ogai Mori, e "Declínio de um Homem", de Osamu Dazai, levam a um extremo mais contundente temas que são caros aos três. … Continue lendo O Japão por meio do sexo e da morte, sem ensaios e preliminares

Um escritor que desafiou os tabus do Japão

Após ler "Diário de um Velho Louco" (Estação Liberdade), fiquei curioso em conhecer mais da obra do japonês Junichiro Tanizaki. Nesse livro, o escritor trata de sexualidade e tabus numa sociedade que respeita as tradições e vê na ocidentalização mais do que um choque cultural, mas principalmente uma quebra de costumes ancestrais. Nada então como … Continue lendo Um escritor que desafiou os tabus do Japão

Alberto Mussa: “O Rio sempre permitiu uma interação intensa entre membros de todas as classes sociais”

A ideia é original. Contar a história do Rio de Janeiro por meio de cinco crimes, um para cada século, desde os 1500, em forma romanceada. O projeto de Alberto Mussa está no terceiro volume e já se transformou numa das melhores coisas na literatura nacional. A série começou com "O Trono da Rainha Jinga", … Continue lendo Alberto Mussa: “O Rio sempre permitiu uma interação intensa entre membros de todas as classes sociais”

Alexandre Vidal Porto: “A relação satisfatória com a própria sexualidade surge como requisito da felicidade”

No final de uma manhã, surge a mensagem no bate-papo do Facebook, de uma amiga que ora fala "uai" ora fala "oxe". Queria meu endereço, pois Alexandre Vidal Porto gostaria de me enviar seu novo livro, "Sergio Y. Vai à América" (Companhia das Letras). Dias depois, chega em casa a encomenda, com um simpático bilhete escrito … Continue lendo Alexandre Vidal Porto: “A relação satisfatória com a própria sexualidade surge como requisito da felicidade”