Selva Almada: “Estou viva apenas porque tive mais sorte do que outras”

Selva Almada, autora de "Garotas Mortas", fala sobre o livro em que recupera a história de três meninas assassinadas na Argentina. "A violência de gênero atravessa geografias, classes sociais, níveis de educação."

Notas do Carnaval

O feriado começou com um livro em andamento, "O Pai Morto" (Rocco), de Donald Barthelme, saudado como um dos grandes lançamentos do ano passado. Elogiado por nomes como Thomas Pynchon e Salman Rushdie, o autor é lembrado por sua irreverência e liberdade artística, retratadas na falta de convenções em suas narrativas. O livro tem 239 páginas. É … Continue lendo Notas do Carnaval

“O Vento que Arrasa”: um pequeno notável

Numa estrada deserta, na região do Chaco argentino, entre pequenos vilarejos, um reverendo e sua filha viajam para pregar e reencontrar um velho amigo. Até que no meio da tarde o carro dá um problema e eles se veem obrigados a parar numa oficina que por sorte encontram no caminho. "O Vento que Arrasa" vai … Continue lendo “O Vento que Arrasa”: um pequeno notável