Crônicas, Estados Unidos, Ficção, França, Notas de leitura, Relatos de viagem

Notas de leitura

"Áden, Arábia" (Estação Liberdade), de Paul Nizan Descontente com os rumos da Europa, ainda colhendo os resultados da 1ª Guerra Mundial e já experimentando os dissabores da 2ª, o filósofo francês optou pela fuga. Viajou para Áden, na época um protetorado britânico na confluência entre os mares Vermelho e Arábico - hoje, faz parte do Iêmen.… Continuar lendo Notas de leitura

Anúncios
Da biblioteca de casa, França

Da biblioteca de casa: “A Náusea”

"Não tive aventuras. Aconteceram-me histórias, fatos, incidentes, tudo o que quiser. Mas não aventuras. Não é uma questão de palavras; começo a entender. Há algo que eu prezava mais do que todo o resto, sem perceber muito bem. Não era o amor, Deus meu, nem a glória, nem a riqueza. Era... Enfim eu imaginara que… Continuar lendo Da biblioteca de casa: “A Náusea”

Arquivos, Comentário, Ficção, Itália, Relatos de viagem

Dos arquivos: Vittorini em três atos

Não me lembro de um livro que eu tenha começado sem ter passado antes pela orelha. Sou leitor de orelha também, e não consegui ficar imune ao texto de Leonardo Fróes para "Sardenha como uma Infância" (Cosac Naify), de Elio Vittorini. Assim ele começa: "É difícil não mergular com interesse num livro que começa afirmando:… Continuar lendo Dos arquivos: Vittorini em três atos

Arquivos, Comentário, Ficção, Inglaterra

Dos arquivos: Dois romances em busca do equilíbrio

Nietzsche, em seu prólogo para “Humano, Demasiado Humano” (Companhia das Letras), questiona o que os poetas e toda a arte no mundo fizeram a não ser falsificar e criar poeticamente tudo o que ele precisava. E nada mais urgente do que comprovar as fraquezas humanas, seus desejos e desesperos, um tesouro escondido nas entranhas, de… Continuar lendo Dos arquivos: Dois romances em busca do equilíbrio