“É Isto Um Homem?”, a impossibilidade de escrever sobre a obra de Primo Levi

Dias atrás, quando lia "É Isto um Homem?" (Rocco), de Primo Levi, topei com um texto de uma crítica literária em uma rede social. Dizia ela que, após ler o livro do italiano, não conseguiu escrever sobre ele - algo mais ou menos assim. Bem, eu estava com uma leitura em progresso e já havia percebido algo … Continue lendo “É Isto Um Homem?”, a impossibilidade de escrever sobre a obra de Primo Levi

Anúncios

Dos arquivos: Vittorini em três atos

Não me lembro de um livro que eu tenha começado sem ter passado antes pela orelha. Sou leitor de orelha também, e não consegui ficar imune ao texto de Leonardo Fróes para "Sardenha como uma Infância" (Cosac Naify), de Elio Vittorini. Assim ele começa: "É difícil não mergular com interesse num livro que começa afirmando: … Continue lendo Dos arquivos: Vittorini em três atos