Comentário, Ficção, Portugal

As névoas da memória

Quando li que Raduan Nassar se inspirou em "A Paixão", do português Almeida Faria, para escrever "Lavoura Arcaica", me vi obrigado a ler o livro lançado originalmente em 1965. "A Paixão" faz parte da tetralogia lusitana - os outros livros, inéditos no Brasil, são "Cortes", "Lusitânia" e "Cavaleiro Andante". Depois de anos fora de catálogo,… Continuar lendo As névoas da memória

Entrevista, Ficção, Não ficção, Portugal, Relatos de viagem

Alexandra Lucas Coelho: “A ficção não me interessa em nada, só o real”

Em 2011, Alexandra Coelho Neto estava trabalhando na divulgação do seu livro “Viva México” (Tinta-da-China) quando explodiram as manifestações no Egito. Decidida, ela não retornou ao trabalho – na época, estava trabalhando no Rio de Janeiro como correspondente do jornal “Público”, de Portugal. Pediu uma semana de férias e, por conta própria, foi ao Cairo… Continuar lendo Alexandra Lucas Coelho: “A ficção não me interessa em nada, só o real”

Comentário, Portugal, Relatos de viagem

As viagens que vêm de Portugal

Uma das editoras mais interessantes no Brasil hoje é a Tinta-da-China. Recém-chegada de Portugal, a casa editorial já colocou nas prateleiras títulos que valem a leitura e que dão uma sacudida na linha de lançamentos brasileiros. Uma busca no site português revela uma editora com olhar atento ao jornalismo e ao relato de viagem. No… Continuar lendo As viagens que vêm de Portugal

Arquivos, África do Sul, Comentário, Fotografia, Não ficção, Portugal

Dos arquivos: O Clube do Bangue Bangue

O Clube do Bangue Bangue foi uma espécie de “panelinha” criada pelos fotógrafos Greg Marinovich, João Silva, Kevin Carter e Ken Oosterbroek, quando eram correspondentes na África do Sul, no período de transição do apartheid para a democracia. Para relatar a história dessa época, Marinovich, em comum acordo com o outro sobrevivente do quarteto, João… Continuar lendo Dos arquivos: O Clube do Bangue Bangue

Comentário, Ficção, Itália

O tempo e a saudade

"Perguntei-lhe sobre aquele tempo, quando ainda éramos tão jovens, ingênuos, impetuosos, tontos, despreparados. Algo disso restou, menos a juventude." Esta foi minha porta de entrada para a obra de Antonio Tabucchi. É o trecho de abertura de "O Círculo", o primeiro conto de "O Tempo Envelhece Depressa" (CosacNaify). Como não se envolver, então, pela história… Continuar lendo O tempo e a saudade