A delicada despedida ao pai em “Morreste-me”

Lançado recentemente no Brasil, "Morreste-me" (Dublinense) é o primeiro trabalho do português José Luís Peixoto, autor de "Livro" (Companhia das Letras). A novela, que poderia ser uma carta - lembra muito, em formato e tentativa, de "Cartas a D." (Cosac), de André Gorz -, foi lançada em 2000, quando ele tinha 23 anos, e faz parte de uma … Continue lendo A delicada despedida ao pai em “Morreste-me”