“O que se chama amor é o exílio”

"Ever tried. Ever failed. No matter. Try again. Fail again. Fail better." Essa citação me acompanha regularmente, pois, mais do que conteúdo, há poesia, ritmo, em tão poucas palavras. Essa prosa telegráfica pontua o livro de contos  "Wostward Ho", de Samuel Beckett, de 1983 e até onde sei nunca traduzido no Brasil. Nunca consegui achar … Continue lendo “O que se chama amor é o exílio”