Por que os loucos escrevem livros tão bons? Porque sim

"Por que os loucos escrevemos livros tão bons?" A pergunta autorreferente chamou a atenção assim que vi em uma rede social. Não era somente uma questão, mas abria espaço para um livro, do escritor e psicanalista Tiago Franco. Tinha sido recomendado com certa veemência por Ricardo Lísias, o que foi o gatilho para que eu comprasse. … Continue lendo Por que os loucos escrevem livros tão bons? Porque sim

Anúncios

Dos arquivos: Dois romances em busca do equilíbrio

Nietzsche, em seu prólogo para “Humano, Demasiado Humano” (Companhia das Letras), questiona o que os poetas e toda a arte no mundo fizeram a não ser falsificar e criar poeticamente tudo o que ele precisava. E nada mais urgente do que comprovar as fraquezas humanas, seus desejos e desesperos, um tesouro escondido nas entranhas, de … Continue lendo Dos arquivos: Dois romances em busca do equilíbrio