Em “A Noite da Espera”, Milton Hatoum entrega um romance sobre a memória e paciência

Milton Hatoum volta ao romance com a primeira parte de uma trilogia sobre Brasília e os anos da ditadura. "A Noite da Espera" conta a história de Martim, filho de pais separados que precisa se ajustar à vida na capital.

Anúncios

A volta em três HQs, ou como “O Impostor” ficou de lado por uns dias

A morte de David Bowie fez com que eu cancelasse a publicação deste post, que abre o ano do blog, após o recesso da virada 2015/2016. Escrevi um texto sobre Bowie na plataforma Medium, onde o blog também é espelhado. Está neste link.  Aos livros, portanto. ***** Antes das festas de fim de ano, escrevi … Continue lendo A volta em três HQs, ou como “O Impostor” ficou de lado por uns dias

Um passeio pelos livros de Milton Hatoum enquanto BH espera

Meu primeiro Milton Hatoum foi "Relato de um Certo Oriente", há cerca de oito anos. Não cheguei ao seu final. Representou, na época, um obstáculo intransponível. Há dois anos, voltei a Hatoum, desta vez, seu "Dois Irmãos". Existia o receio de encontrar uma obra similar à estreia do escritor, mas encontrei um livro deliciosamente fluente, … Continue lendo Um passeio pelos livros de Milton Hatoum enquanto BH espera

A literatura adaptada aos quadrinhos

Por Lygia Calil* Quadrinhos e literatura sempre conversaram entre si. Há uma década, o mercado brasileiro vive um bom momento para adaptações de romances para gibi – sobretudo de títulos dedicados ao público infantojuvenil, ainda em formação, para quem as versões apresentam clássicos ou obras recomendadas pelos principais vestibulares do país. Agora, as editoras voltam … Continue lendo A literatura adaptada aos quadrinhos

Pantaleão me visita novamente: uma releitura de Llosa

Livro encerrado, livro aberto. Escolhi ler "Os Filhos da Meia-Noite" (Companhia das Letras), de Salman Rushdie, uma edição eletrônica que comprei por R$ 9,90 no Kobo em uma das várias promoções que a editora fez para e-books. Os livros eletrônicos permitem, quando alcançam preços razoáveis, descobertas e redescobertas. Por esse preço, a minha biblioteca no … Continue lendo Pantaleão me visita novamente: uma releitura de Llosa