Notas de Carnaval

Cheguei a María Luisa Bombal e seu "A Última Névoa" (Cosac Naify) por acaso. Passava os olhos em uma prateleira quando me deparei com o livrinho. Curioso, puxei e me encantei com o texto que Jorge Luis Borges escreveu na orelha. São duas novelas, a que nome ao livro e "A Amortalhada". A autora chilena … Continue lendo Notas de Carnaval

Anúncios

“Pedro Páramo”, a obra-prima incompreendida. Ainda. Por mim

Li "Pedro Páramo" pela primeira vez em algum momento há mais de 14 anos, uma edição da Paz e Terra que trazia também a coletânea de contos "O Planalto em Chamas". Em 2004, a Record reeditou o livro, com tradução de Eric Nepomuceno, e rebatizou a compilação de "Chão em Chamas"."Pedro Páramo" é considerado a … Continue lendo “Pedro Páramo”, a obra-prima incompreendida. Ainda. Por mim

O prazer do retorno: McEwan, Rulfo e Crumb estão de volta

Provavelmente, eu teria o dobro de livros que tenho hoje se eu tivesse mantido a minha biblioteca intacta. Muitos, centenas se foram ao longo de anos. Doados, vendidos e trocados em sebos, vendidos no Estante Virtual, emprestados que nunca voltaram, perdidos nas mudanças. A maior parte deles não gera arrependimento. Mas alguns me obrigam a … Continue lendo O prazer do retorno: McEwan, Rulfo e Crumb estão de volta