Brasil, Comentário, Não ficção

“Tempos Instáveis”: textos fundamentais da “Piauí”, mas a edição tem um porém

Este é o novo livro da coleção Jornalismo Literário, uma seleção de reportagens da revista "Piauí". Tem um único grande problema: o prefácio.

Anúncios
Comentário, Estados Unidos, Não ficção

Gay Talese transforma o leitor em um voyeur em seu novo livro

É possível dizer que este "O Voyeur" teve dois lançamentos. O primeiro: quando foi anunciado como novo livro de Gay Talese, um dos jornalistas fundadores do gênero jornalismo literário, autor de obras fundamentais como "Fama e Anonimato" e "O Reino e o Poder" (todos os livros da Companhia das Letras). A história é empolgante. Talese… Continuar lendo Gay Talese transforma o leitor em um voyeur em seu novo livro

Comentário, Estados Unidos, Não ficção

Sobre “Hiroshima”, a reportagem clássica de John Hersey que pede releituras

Em 2002, a Companhia das Letras inaugurou a coleção Jornalismo Literário com o lançamento de “Hiroshima”, clássica reportagem de John Hersey publicada em 1946 na “The New Yorker”. Lembro que peregrinei por várias livrarias, procurando o lançamento na época, e não encontrei o livro em inglês em sebos no início dos anos 2000. Nunca tinha lido… Continuar lendo Sobre “Hiroshima”, a reportagem clássica de John Hersey que pede releituras

Comentário, Ensaio, Estados Unidos

Quando publicar jornalismo literário se tornou um ato de preguiça editorial

Vez ou outra, minhas leituras são interrompidas por livros que pedem para ultrapassar a fila imediatamente. Por melhor que seja o título da cabeceira, outros se impõem e me forçam a deixá-lo de lado. "Entre Fiéis", do Naipaul, e "Rostos na Multidão", de Valeria Luiselli, dois livraços, tiveram que ser abandonados temporariamente. O motivo: "41 Inícios Falsos",… Continuar lendo Quando publicar jornalismo literário se tornou um ato de preguiça editorial

Arquivos, Ensaio, Estados Unidos, Não ficção

Dos arquivos: Janet Malcolm investiga a ética jornalística

A história parece absurda, mas é real, e o livro que a relata poderia facilmente substituir uns dois anos de faculdade de jornalismo - quiça o curso inteiro. “O Jornalista e o Assassino”, de Janet Malcolm, é um misto de reportagem e ensaio, para discutir ética jornalística e métodos de apuração. Ouro puro. Eis os… Continuar lendo Dos arquivos: Janet Malcolm investiga a ética jornalística

Comentário, Estados Unidos, Não ficção

A vida sem filtros – Um relato da Coreia do Norte

Em 2002, a Companhia das Letras inaugurou a coleção Jornalismo Literário com o lançamento de "Hiroshima", clássica reportagem de John Hersey publicada em 1946 na "The New Yorker". Assim Matinas Suzuki Jr., coordenador da coleção, definia o livro no posfácio. "'Hiroshima' é uma espécie de 'Cidadão Kane' do jornalismo. Como o filme de Orson Welles,… Continuar lendo A vida sem filtros – Um relato da Coreia do Norte