Contradições ao fim da leitura de “Pureza”

Por Paulo Sales Lançado recentemente no Brasil pela Companhia das Letras, "Pureza" não alcança o patamar dos grandes romances de Jonathan Franzen Tanto "As Correções" como "Liberdade", romances anteriores de Franzen, traçam um painel mordaz e impiedoso da vida americana através de núcleos bem definidos: a disfuncional família Lambert no primeiro, o triângulo amoroso formado por … Continue lendo Contradições ao fim da leitura de “Pureza”

Notas de um leitor

1 Ficou famosa a forma como Renato Russo arrumava sua discoteca. Ele dizia que ordenava os álbuns por preferência, o que exigia uma reavaliação regular. No caso de biblioteca, um dos mais inusitados métodos de arquivamento que encontrei foi o do cantor Art Garfunkel, que guarda seus livros por ordem de leitura. Cada cabeça, um … Continue lendo Notas de um leitor

Quando o ensaísta supera o romancista

Jonathan Franzen chegou ao auge em 2011/2012, quando lançou seu "Liberdade". Foi considerado o escritor do século pela "Time", o livro frequentou listas dos mais vendidos e dos melhores do ano. Lembrei do autor quando coloquei a leitura da "Piauí" em dia no final do ano. Na edição de novembro, a revista publicou o ensaio … Continue lendo Quando o ensaísta supera o romancista