A volta em três HQs, ou como “O Impostor” ficou de lado por uns dias

A morte de David Bowie fez com que eu cancelasse a publicação deste post, que abre o ano do blog, após o recesso da virada 2015/2016. Escrevi um texto sobre Bowie na plataforma Medium, onde o blog também é espelhado. Está neste link.  Aos livros, portanto. ***** Antes das festas de fim de ano, escrevi … Continue lendo A volta em três HQs, ou como “O Impostor” ficou de lado por uns dias

Anúncios

Literatura policial – Crônica de leitura

1. Um leitor de policiais Gosto de romances policiais, daqueles bem construídos, com um detetive de personalidade. Gosto também dos romances que não dependem do investigador, mas cujas tramas são bem elaboradas. Sou um leitor amador de policiais, que já tem seus favoritos - Elmore Leonard, James Ellroy, Andrea Camilleri, Fred Vargas, Lawrence Block, Patricia Highsmith … Continue lendo Literatura policial – Crônica de leitura

Literatura policial – Uma crônica

1. Pequena maratona Recentemente, entrei numa maratona informal de livros policiais. Foram cinco em sequência: "Janela para a Morte" e "Para Sempre ou Nunca Mais", de Raymond Chandler, "Pietr, o Letão", de Georges Simenon, "1.280 Almas", de Jim Thompson, e "Alice", de Bernardo Kucinski. Com exceção do livro de Kucinski, que comentei neste post, todos os … Continue lendo Literatura policial – Uma crônica