África do Sul, Chile, Comentário, Ensaio, Estados Unidos, Ficção, França, HQ

Uma crônica bissexta sobre alguns livros

Neste texto, escrevo sobre cinco livros: "O Vendido", "Nadando de Volta para Casa", "Múltipla Escolha", "Comer Animais" e a terceira parte de "O Árabe do Futuro".

Anúncios
Bielorrússia, Comentário, Não ficção

“Vozes de Tchernóbil”: A verdade como ela é

Dos livros mais potentes que li, sei lá, nos últimos 10, 20 anos, "Vozes de Tchernóbil" (Companhia das Letras) é a primeira obra de Svetlana Aleksiévitch traduzida para o português. Prêmio Nobel de Literatura em 2015, a autora bielorrussa foi a primeira escritora de não ficção a ser laureada na Suécia. Com o subtítulo "A história… Continuar lendo “Vozes de Tchernóbil”: A verdade como ela é

Comentário, Ficção, Portugal

A delicada despedida ao pai em “Morreste-me”

Lançado recentemente no Brasil, "Morreste-me" (Dublinense) é o primeiro trabalho do português José Luís Peixoto, autor de "Livro" (Companhia das Letras). A novela, que poderia ser uma carta - lembra muito, em formato e tentativa, de "Cartas a D." (Cosac), de André Gorz -, foi lançada em 2000, quando ele tinha 23 anos, e faz parte de uma… Continuar lendo A delicada despedida ao pai em “Morreste-me”