Esqueça o hipsterismo do norueguês Knausgard. Leia Etgar Keret e Natalia Ginzburg

Blog pequeno, sem ligações com editoras, seja comerciais ou fraternas, garante uma certa independência. Ao mesmo tempo em que eu não recebo livros, fico à vontade para ler o que eu quiser. Nem é intenção do blog se tornar um desses canais que vivem a falar dos mesmo livros, exibindo montanhas de títulos que mais … Continue lendo Esqueça o hipsterismo do norueguês Knausgard. Leia Etgar Keret e Natalia Ginzburg

Etgar Keret: um contista vigoroso

Não sou um leitor de contos, o formato não me atrai e, por isso, me atenho na maior das vezes aos clássicos - Tchekhov, Cortázar, os poucos que Gabo escreveu. Mas recentemente emendei alguns livros de contos, de autores como Alice Munro, Raymond Carver, Michael Connelly e Noemi Jaffe. No pacote, li "De Repente, Uma Batida … Continue lendo Etgar Keret: um contista vigoroso