De Cuba a Albany, com jazz e santería

O meu primeiro contato com William Kennedy foi frustrante. A publicação do ciclo de Albany, série de sete livros em que o autor retrata os Estados Unidos na primeira metade do século 20, foi o que me motivou a ler sua obra. Edição da Cosac Naify, bem recomendada, um tema que remetia aos gângsters de … Continue lendo De Cuba a Albany, com jazz e santería

Anúncios

Notas de leitura

"A Beleza e o Inferno" (Bertrand Brasil), de Roberto Saviano O escritor italiano, depois de "Gomorra", foi jurado de morte pelos mafiosos napolitanos, que leram no livro seus negócios e relações escancarados pelo trabalho jornalístico de Saviano. Entre este já clássico do jornalismo moderno e outro trabalho de fôlego, "Zero Zero Zero", sobre o tráfico … Continue lendo Notas de leitura

A guerra pelo olhar dos combatidos

Escrever sobre guerra é tema fundamental do jornalismo. Muitos argumentam que nesse gênero está a essência do jornalismo, em que o repórter é confrontado com o fato da forma mais cruel. Michael Herr ("Despachos do Front"), José Hamilton Ribeiro ("O Gosto da Guerra"), Ryszard Kapuscinski ("Ébano") são alguns nomes que traduziram conflitos em literatura. Martha Gellhorn … Continue lendo A guerra pelo olhar dos combatidos

Os livros que somos

Por Paulo Sales Acabo de ler o texto publicado neste blog sobre os dez melhores “amigos” de Freud: obras que ele considerava essenciais e que de certa forma amplificaram sua visão de mundo. E lembrei de minha própria (e evidentemente muito mais modesta) lista de dez “amigos”, que o próprio Ricardo me encomendou outro dia, através … Continue lendo Os livros que somos