Quando o ensaísta supera o romancista

Jonathan Franzen chegou ao auge em 2011/2012, quando lançou seu "Liberdade". Foi considerado o escritor do século pela "Time", o livro frequentou listas dos mais vendidos e dos melhores do ano. Lembrei do autor quando coloquei a leitura da "Piauí" em dia no final do ano. Na edição de novembro, a revista publicou o ensaio … Continue lendo Quando o ensaísta supera o romancista

Da biblioteca de casa, os 100 anos de Camus

"Não tenho muitas opiniões. No fim da vida, o homem percebe que passou anos confirmando uma única verdade. Mas só uma, se é evidente, basta para guiar uma existência." (Albert Camus, em "O Mito de Sísifo")