Dos arquivos: Yasunari Kawabata

Houve uma época que, em momentos de tensão ou ansiedade, eu recorria a Gabriel García Márquez. Qualquer livro, para ler ou reler, era uma espécie de recarga. Um porto seguro. Sua leitura devolvia as forças necessárias para o momento. O mergulho em seu universo proporcionava esse alívio. Hoje, Gabo foi substituído por Yasunari Kawabata. Sua … Continue lendo Dos arquivos: Yasunari Kawabata