No centenário de Bioy Casares, uma parada para o sonho

Para alguns leitores, entre críticos e escritores, o melhor romance argentino não é de Borges, Cortázar, Benedetto, Fernández ou Sábato. "O Sonho dos Heróis" (Cosac Naify), de Adolfo Bioy Casares, ocupa esse lugar, acima inclusive de seu talvez mais famoso livro, "A Invenção de Morel" (Cosac). No posfácio do livro traduzido para o português, Rodrigo … Continue lendo No centenário de Bioy Casares, uma parada para o sonho

Anúncios

Quando a literatura é fantástica: uma antologia histórica

Imagine a história. Numa noite de 1937, três amigos conversam sobre ficção fantástica e lá pelo meio do papo resolvam editar uma coletânea de textos de seus autores preferidos. O livro é lançado em versão três anos depois daquela primeira conversa. E em 1962, ganha edição consolidada com todos os autores escolhidos. A antologia contém … Continue lendo Quando a literatura é fantástica: uma antologia histórica