Dos aquivos: “A Trégua”, de Mario Benedetti

Entrar na obra de um autor é sempre um enigma. Pode-se começar pelo romance mais fraco e incorporar uma certa antipatia, o que, em alguns casos, desestimula a descoberta. Mas há casos em que o início é com um livro que pode não só abrir portas, mas possibilitar descobertas e mergulhos no universo do autor. … Continue lendo Dos aquivos: “A Trégua”, de Mario Benedetti