Bielorrússia, Ficção, Inglaterra, Não ficção, Notas de leitura

Notas de Leitura: uma decepção, um assombro

Já vivi um tempo em que me sentia obrigado a chegar ao final de um livro que não estava me encantando. Caminhava até a última página, com muito custo, levando o tempo necessário. Hoje, já não me sinto culpado por fechar um livro e devolvê-lo à estante da biblioteca caso ele não tenha me conquistado.… Continuar lendo Notas de Leitura: uma decepção, um assombro

Anúncios
Alemanha, China, França, HQ, Notas de leitura

Notas de Leitura – 3 HQs

"Uma Vida Chinesa - 1. O Tempo do Pai" (WMF Martins Fontes), de Li Kunwu e Philippe Ôtié As HQs vêm se tornando um caminho muito utilizado para registrar memórias. Mais do que as reportagens gráficas de Joe Sacco e de "O Fotógrafo", há uma certa tendência em permear fatos importantes por meio da história pessoal. Exemplos:… Continuar lendo Notas de Leitura – 3 HQs

Comentário, Itália, Memórias

“É Isto Um Homem?”, a impossibilidade de escrever sobre a obra de Primo Levi

Dias atrás, quando lia "É Isto um Homem?" (Rocco), de Primo Levi, topei com um texto de uma crítica literária em uma rede social. Dizia ela que, após ler o livro do italiano, não conseguiu escrever sobre ele - algo mais ou menos assim. Bem, eu estava com uma leitura em progresso e já havia percebido algo… Continuar lendo “É Isto Um Homem?”, a impossibilidade de escrever sobre a obra de Primo Levi

Comentário, Estados Unidos, Não ficção, Noruega

A guerra pelo olhar dos combatidos

Escrever sobre guerra é tema fundamental do jornalismo. Muitos argumentam que nesse gênero está a essência do jornalismo, em que o repórter é confrontado com o fato da forma mais cruel. Michael Herr ("Despachos do Front"), José Hamilton Ribeiro ("O Gosto da Guerra"), Ryszard Kapuscinski ("Ébano") são alguns nomes que traduziram conflitos em literatura. Martha Gellhorn… Continuar lendo A guerra pelo olhar dos combatidos

Arquivos, Estados Unidos, Fotografia, Hungria, Memórias, Não ficção, Reportagem

Robert Capa: O homem que esteve perto demais

“Se suas fotos ainda não estão boas o suficiente, é porque você ainda não está perto o suficiente.” Robert Capa assim conduzia seu trabalho, assim definiu o trabalho do fotojornalista. O maior fotógrafo de guerra esteve muito perto de conflitos decisivos do século 20, como a 2ª Guerra Mundial e a Guerra Civil Espanhola. Ele… Continuar lendo Robert Capa: O homem que esteve perto demais