Comentário, Crônicas, Peru

“Prosas Apátridas”, um manual da observação cotidiana

O livro reúne 200 fragmentos, textos curtos e desconectados, como se fossem entradas de um diário, um fluxo de ideias que traduzem o que Ribeyro pensava e como trabalhava seu texto.

Índia, Comentário, Poesia

A forte e crua poesia de Rupi Kaur transforma versos em palavras de sobrevivência

Um dos mais recentes fenômenos literários é a poeta Rupi Kaur. Desta vez, o burbuinho vem ancorado em um trabalho vigoroso, uma poesia que retrata a mulher e a violência com palavras que atingem sem dó a quem lê.

Comentário, Ficção, Holanda

Notas sobre “Tirza”

O romance é daqueles que avançam em tensão, mas não de forma súbita. Grunberg arquitetou com maestria o andamento do livro, ao criar dois atos que se opõem no quesito dramaticidade.

Comentário, Ficção, Itália

“A Filha Perdida” reforça vigor narrativo de Elena Ferrante

Livro antecede situações que serão retomadas na tetralogia italiana.

Brasil, Comentário, Não ficção

“Tempos Instáveis”: textos fundamentais da “Piauí”, mas a edição tem um porém

Este é o novo livro da coleção Jornalismo Literário, uma seleção de reportagens da revista "Piauí". Tem um único grande problema: o prefácio.

Comentário, França, Literatura infantojuvenil

“This Is a Poem That Heals Fish”: um livro que respeita a criança

Descobri o livro na newsletter Brain Pickings. É lindo e emociona.

Brasil, Comentário, Crônicas

Nova antologia reforça a falta que Paulo Francis faz ao jornalismo cultural

"A Segunda Mais Antiga Profissão do Mundo" é o segundo volume de textos do jornalista.

Bielorrússia, Comentário, Não ficção

Anotações sobre “O Fim do Homem Soviético”

A Nobel de Literatura escreve sobre o momento em que o país se desmanchou.

Brasil, Comentário, Não ficção

“À Sombra do Poder” escancara bastidores do fim do governo Dilma

Jornalista escreve relato da época em que trabalha na comunicação do governo federal.

Brasil, Comentário

Como escolher Daniel Galera e ignorar Elvira Vigna? O Prêmio Bravo! responde

A revista eletrônica escolheu três homens para a eleição dos melhores do ano. Esqueceram das mulheres, que escreveram livros infinitamente superiores a pelo menos um dos escolhidos da lista.