“This Is a Poem That Heals Fish”: um livro que respeita a criança

Descobri o livro na newsletter Brain Pickings. É lindo e emociona.

Anúncios

Mas louco é quem me diz

"- Mas eu não quero ir parar no meio de gente maluca - observou Alice. - Ah, não adianta nada você querer ou não - disse o Gato. - Nós somos todos loucos por aqui. Eu sou louco. Você é louca. - E como você sabe que eu sou louca? - perguntou Alice. - Bem, … Continue lendo Mas louco é quem me diz

Angela Lago: “As crianças, é claro, também são capazes de refletir”

A escritora Angela Lago concedeu uma entrevista ao jornal "O Tempo" em que fala sobre o futuro da literatura infantil, tecnologia, política e mercado. Ex-militante, morou no exílio e hoje foca suas obras no folclore. Tem projetos ambiciosos, ancorados na tecnologia dos tablets:  "No ano passado, desenvolvi um projeto que ajuda a ler. A ideia é … Continue lendo Angela Lago: “As crianças, é claro, também são capazes de refletir”

“Por que nos tempos escuros se escreve com tinta invisível?”, pergunta Neruda

Pablo Neruda não apenas construiu versos de amor e de cunho político, como os deixados nos livros "Cem Sonetos de Amor" e "Canto Geral", mas também fez de simples perguntas poesias, sem procurar respostas. Essas questões surgem em "O Livro das Perguntas" (CosacNaify, 2008), com tradução de Ferreira Gullar e ilustrações do espanhol Isidro Ferrer … Continue lendo “Por que nos tempos escuros se escreve com tinta invisível?”, pergunta Neruda