África do Sul, Chile, Comentário, Ensaio, Estados Unidos, Ficção, França, HQ

Uma crônica bissexta sobre alguns livros

Neste texto, escrevo sobre cinco livros: "O Vendido", "Nadando de Volta para Casa", "Múltipla Escolha", "Comer Animais" e a terceira parte de "O Árabe do Futuro".

Anúncios
Biografias/Perfis, Comentário, HQ, Itália

A arte de John Coltrane ganha nova expressão: os quadrinhos

A HQ "Coltrane" (Veneta) não deixa dúvidas de que é uma obra reverente, sem medo do exagero e das parcialidades. O artista italiano Paolo Parisi, autor do roteiro e das ilustrações, não mostra nenhuma preocupação em não fazer outra coisa a não ser venerar John Coltrane. O título já escancara a devoção. A capa avança,… Continuar lendo A arte de John Coltrane ganha nova expressão: os quadrinhos

Comentário, HQ, Malta, Não ficção

Joe Sacco revê seu jornalismo em “Reportagens”

Sou fã de Joe Sacco. Desde sua estreia no Brasil, ainda na Conrad, com "Palestina - Uma Nação Ocupada", em 2000. Sua forma de fazer jornalismo, muito além de narrar um fato por meio de uma HQ, provoca um debate rico e atual. Sacco se insere na reportagem, é retratado pelo seu traço e faz… Continuar lendo Joe Sacco revê seu jornalismo em “Reportagens”

Alemanha, Entrevista, HQ

“Ghetto Brother”: autor de HQ sobre o pacificador do South Bronx fala das gangues e de “The Get Down”

O South Bronx, na virada dos anos 60 e 70, era uma espécie de terra de ninguém. Formada por negros e latinos, basicamente, a região ao sudoeste de Nova York vivia sob violência e em um cenário de guerra. Terrenos abandonados e cheios de entulhos, carcaças de edifícios, incêndios, sujeira, miséria e preconceito dominavam a… Continuar lendo “Ghetto Brother”: autor de HQ sobre o pacificador do South Bronx fala das gangues e de “The Get Down”

Estados Unidos, Ficção, HQ, Listas, Não ficção, Paquistão

8 livros que tratam do 11 de Setembro, que chega aos 15 anos

Foi numa terça-feira, em 2001, que as torres do World Trade Center desabaram. Aos 15 anos daquele 11 de setembro, mais do que clichê, é definitivo dizer que o mundo se transformou desde então. Eu voava de São Paulo para Belo Horizonte no momento do impacto na primeira torre. Ao pousar na Pampulha, recebi a… Continuar lendo 8 livros que tratam do 11 de Setembro, que chega aos 15 anos

Alemanha, China, França, HQ, Notas de leitura

Notas de Leitura – 3 HQs

"Uma Vida Chinesa - 1. O Tempo do Pai" (WMF Martins Fontes), de Li Kunwu e Philippe Ôtié As HQs vêm se tornando um caminho muito utilizado para registrar memórias. Mais do que as reportagens gráficas de Joe Sacco e de "O Fotógrafo", há uma certa tendência em permear fatos importantes por meio da história pessoal. Exemplos:… Continuar lendo Notas de Leitura – 3 HQs

Brasil, Comentário, HQ

A entrevista de Massari que virou HQ

Adaptações literárias para romances gráficos já são comuns. No blog, comentei sobre "Dois Irmãos" e "Grande Sertão: Veredas". Publiquei também uma reportagem sobre essa tendência, principalmente focada nos clássicos. Também é comum biografias serem transpostas para a HQ. "Coltrane", objeto de desejo deste blog, é a mais recente, num universo que já teve Kafka e… Continuar lendo A entrevista de Massari que virou HQ

Brasil, Comentário, HQ

“Grande Sertão: Veredas”, o romance gráfico que travou Guimarães Rosa

"Grande Sertão: Veredas" (Bibioteca Azul) custa R$ 199,90. É um livro belíssimo, com roteiro adaptado por Eloar Guazzelli e ilustrado por Rodrigo Rosa. Vem numa luva de acetato vermelho, lombada solta, que permite a abertura das páginas com segurança. O trabalho gráfico é deslumbrante. A edição, ao que parece, tem tiragem única, de 7.000 exemplares. Portanto,… Continuar lendo “Grande Sertão: Veredas”, o romance gráfico que travou Guimarães Rosa

Brasil, Comentário, França, HQ, Líbano

A volta em três HQs, ou como “O Impostor” ficou de lado por uns dias

A morte de David Bowie fez com que eu cancelasse a publicação deste post, que abre o ano do blog, após o recesso da virada 2015/2016. Escrevi um texto sobre Bowie na plataforma Medium, onde o blog também é espelhado. Está neste link.  Aos livros, portanto. ***** Antes das festas de fim de ano, escrevi… Continuar lendo A volta em três HQs, ou como “O Impostor” ficou de lado por uns dias

Comentário, Estados Unidos, HQ

“Mate Minha Mãe”: O noir pelas mãos de Jules Feiffer

Logo na abertura do livro, o autor já indica o que o leitor encontrará, ao citar as referências em um agradecimento. "Mate Minha Mãe" (Quadrinhos na Cia) vai homenagear o noir: além de Will Eisner, referência no mundo dos romances gráficos, estamos diante de escritores e cineastas que consagraram o gênero nos anos 40, como… Continuar lendo “Mate Minha Mãe”: O noir pelas mãos de Jules Feiffer