Åsne Seierstad investiga massacre na Noruega e entrega um potente trabalho jornalístico

Em 2011, um norueguês desembarcou numa ilha e começou a disparar contra os jovens que passavam um fim de semana no local. Foi um massacre, com ares de crueldade, com caçadas e execuções. Depois, descobriu-se que esse mesmo assassino havia deixado uma bomba para explodir em Oslo, num prédio da administração federal. Ao todo, morreram 77 … Continue lendo Åsne Seierstad investiga massacre na Noruega e entrega um potente trabalho jornalístico

Anúncios

Notas do Carnaval

O feriado começou com um livro em andamento, "O Pai Morto" (Rocco), de Donald Barthelme, saudado como um dos grandes lançamentos do ano passado. Elogiado por nomes como Thomas Pynchon e Salman Rushdie, o autor é lembrado por sua irreverência e liberdade artística, retratadas na falta de convenções em suas narrativas. O livro tem 239 páginas. É … Continue lendo Notas do Carnaval

A guerra pelo olhar dos combatidos

Escrever sobre guerra é tema fundamental do jornalismo. Muitos argumentam que nesse gênero está a essência do jornalismo, em que o repórter é confrontado com o fato da forma mais cruel. Michael Herr ("Despachos do Front"), José Hamilton Ribeiro ("O Gosto da Guerra"), Ryszard Kapuscinski ("Ébano") são alguns nomes que traduziram conflitos em literatura. Martha Gellhorn … Continue lendo A guerra pelo olhar dos combatidos