Notas de leitura: humor, farsa e sátira

"Eu Falar Bonito um Dia" (Companhia das Letras), de David Sedaris Na mesma linha de Geoff Dyer, Sedaris utiliza sua vida pessoal para em seus textos. Mas se para o autor de "Ioga Para Quem Não Está Nem Aí" sua experiência vale uma análise mais próxima do ensaio, neste estamos mais próximo da crônica. Sedaris … Continue lendo Notas de leitura: humor, farsa e sátira

Notas de leitura

"Minha Mãe se Matou sem Dizer Adeus" (Record), de Evandro Affonso Ferreira O impacto de "O Mendigo que Sabia de Cor os Adágios de Erasmo de Rotterdam" (Record) me fez rondar a obra do escritor. Faço então o caminho inverso, e recuo ao antecessor do vencedor do Jabuti 2013. Neste, as invenções linguísticas se mostram … Continue lendo Notas de leitura

“Nunca haverá um retorno. Foi bom do jeito que estava”, diz biógrafo do Smiths

O jornalista Thiago Pereira, autor do blog Material, entrevistou Tony Fletcher, autor da biografia do The Smiths, "A Light That Never Goes Out" (Best Seller). Antes, ele faz uma introdução memorialística e reverente. ***** Uma banda que não lançou um disco ruim - os xiitas podem falar que não lançaram UMA MÚSICA sequer ruim. Uma … Continue lendo “Nunca haverá um retorno. Foi bom do jeito que estava”, diz biógrafo do Smiths

Leituras para um duplo feriado

Como no Carnaval, o blog deixa uma pequena lista de sugestões para o feriado duplo. Livros possíveis de serem vencidos nos quatro ou cindo dias de ócio. Bom feriado a todos. ***** "Jó - Romance de Um Homem Simples" (Companhia das Letras), de Joseph Roth A família do judeu Mendel Singer vive num vilarejo russo … Continue lendo Leituras para um duplo feriado

“A que propósito evolucionário a nostalgia poderia servir?”: a finitude em três livros

1. O livro abre com um ensaio sobre o balonismo. Depois, permeia a fotografia e a relação levemente ficcionada entre Sarah Bernhardt e Félix Nadar. O terceiro ensaio trata da perda da mulher do autor. De alguma forma, os três textos se entrelaçam, ao dar significado a novas maneiras de ver o mundo - do … Continue lendo “A que propósito evolucionário a nostalgia poderia servir?”: a finitude em três livros

Notas de leitura

"Recados da Bola" (CosacNaify), org. de Jorge Vasconcellos O livro é uma pequena obra-prima. Lançado em 2010, reúne depoimentos de 12 craques brasileiros colhidos para um especial da BBC sobre os 100 anos do futebol no Brasil (1894-1994). Jorge Vasconcellos e Claudiney Ferreira entrevistaram Barbosa, Domingos da Guia, Jair Rosa Pinto, Zizinho, Ademir Menezes, Djalma … Continue lendo Notas de leitura

Uma lista para o Carnaval

Não gosta de Carnaval? Ou pretende ter um feriado tranquilo? O blog preparou uma lista com indicações de leituras para o período, leituras possíveis de serem completadas em quatro dias. ***** "Jeff em Veneza, Morte em Varanasi" (Intrínseca), de Geoff Dyer. O autor inglês, mais conhecidos por seus ensaios, faz aqui um passeio pela ficção. … Continue lendo Uma lista para o Carnaval

Da biblioteca de casa: “A Canção de Amor de J. Alfred Prufrock”

"Sigamos então, tu e eu, Enquanto o poente no céu se estende Como um paciente anestesiado sobre a mesa; Sigamos por certas ruas quase ermas, Através dos sussurrantes refúgios De noites indormidas em hotéis baratos, Ao lado de botequins onde a serragem Se mistura às conchas das ostras: Ruas que se alogam como um tedioso … Continue lendo Da biblioteca de casa: “A Canção de Amor de J. Alfred Prufrock”

Um inglês ao forno

Alguns livros só poderiam ter sido escritos por ingleses. Como "O Pedante na Cozinha" (Rocco), de Julian Barnes. Com um humor fino, elegante, sarcástico - os adjetivos deveriam ser eliminados como receita enxuta, mas o exagero, neste caso, se fez de desentendido -, os relatos tentam dar conta da descoberta do escritor por uma receita, … Continue lendo Um inglês ao forno

O prazer do retorno: McEwan, Rulfo e Crumb estão de volta

Provavelmente, eu teria o dobro de livros que tenho hoje se eu tivesse mantido a minha biblioteca intacta. Muitos, centenas se foram ao longo de anos. Doados, vendidos e trocados em sebos, vendidos no Estante Virtual, emprestados que nunca voltaram, perdidos nas mudanças. A maior parte deles não gera arrependimento. Mas alguns me obrigam a … Continue lendo O prazer do retorno: McEwan, Rulfo e Crumb estão de volta