“Stoner”, da editora Rádio Londres, precisa de um recall urgente

A contracapa do livro já informa que autores famosos gostam do livro. Então, fica fácil repetir em colunas e reportagens em jornal, revista e internet que Ian McEwan, Nick Hornby, Julian Barnes e Geoff Dyer são fãs de “Stoner” (Rádio Londres), de John Williams. A nova editora é saudada pela imprensa e gente que fala … Continue lendo “Stoner”, da editora Rádio Londres, precisa de um recall urgente

Precisamos falar sobre a edição de “Obra Completa”, de Raduan Nassar

Vamos combinar uma coisa de início. Se a “Obra Completa”, de Raduan Nassar, fosse editada pela Rocco ou pela Intrínseca, do jeito que ela acabou de ser publicada, iria ser alvo de críticas ferrenhas por parte do jornalismo cultural da grande imprensa, dos blogs intelectualoides, que adoram receber mimos de grandes editoras e posam de … Continue lendo Precisamos falar sobre a edição de “Obra Completa”, de Raduan Nassar

“Estação Atocha”: Quando café, haxixe e pílulas levam a diagnosticar uma fraude

Após a péssima experiência com “Stoner”, publicado pela Rádio Londres, fiquei um tanto reticente em procurar outro livro da editora. Afinal, o título estava recheado de erros de revisão, às centenas, como narrei em posts em março e abril deste ano. Tinha lido também “Viva a Música!”, este já com menos erros de revisão, mas … Continue lendo “Estação Atocha”: Quando café, haxixe e pílulas levam a diagnosticar uma fraude

A imprensa acordou. Mas a Rádio Londres esqueceu do leitor

“Número de erros acima do aceitável”, “tragédia ortográfica”, “cochilo de revisão e erros em tal número”. Essas foram algumas das expressões utilizadas pelo escritor e crítico Joca Reiners Terron para falar da edição de “Stoner” (John Williams), publicado pela Rádio Londres, na “Ilustrada” de sábado (25/4). De certa forma, reverbera o que escrevi no blog … Continue lendo A imprensa acordou. Mas a Rádio Londres esqueceu do leitor

O mistério chamado Rádio Londres ou um elefante na sala

Há uma coisa que muito me intriga: por que blogs e grande imprensa (impressa e digital) ignoram os problemas dos livros publicados pela editora Rádio Londres? Li dois livros da casa, “Stoner” e “Viva a Música!”. Este segundo tem alguns problemas de revisão, de todos os graus, mas que são suportáveis para o leitor. Mas o … Continue lendo O mistério chamado Rádio Londres ou um elefante na sala

A música que levou María del Carmen por Cali

Fui entusiasmado para a leitura de “Viva a Música!” (Rádio Londres), do colombiano Andrés Caicedo (1951-1977). A reportagem que me levou ao livro foi publicada na “Folha” – e no texto estão todos os motivos responsáveis. Não conhecia Caicedo, falha que deveria corrigir urgentemente. Mas o entusiamo sofreu um baque, pois o livro chegou após … Continue lendo A música que levou María del Carmen por Cali