#ditaduranuncamais: Um pequeno guia de livros que tratam do período militar, em ficção e não ficção

Em alguma parcela da população, há crença de que não houve ditadura militar. Já o atual governo não só não acredita nisso como acha que a data precisa ser comemorada, uma data chamada de revolução por Bolsonaro e sua trupe.

O Exército até quis desmanchar essa ideia, mas, como ditador gosta mesmo é de mandar sem discussão, a história cresceu. Uma juíza encerrou o assunto e pôs fim à estúpida ideia de comemorar uma data macabra.

Reuni neste post algumas entrevistas que fiz com autores que escreveram sobre a ditadura, seja em ficção ou não ficção. Há também livros já comentados neste blog.

É um recorte pequeno, mas que ajuda a relembrar um período que precisa ser estudado, discutido e julgado. Esta é minha tímida contribuição.

Para mais livros, o Estadão fez uma boa lista de 36 obras.

Entrevistas

1. Lucas Figueiredo, a respeito de “Lugar Nenhum – Militares e Civis na Ocultação de Documentos da Ditadura”

2. Julián Fuks, sobre “A Resistência”

3. Ivone Benedetti, sobre “Cabo de Guerra”

Comentários

4 e 5. “K.” e “Você Vai Voltar Pra Mim”, de B. Kucinski

6. “A Noite da Espera”, de Milton Hatoum

7. “Ainda Estou Aqui”, de Marcelo Rubens Paiva

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s