Argentina, Biografias/Perfis, Brasil, Crônicas, Estados Unidos, Ficção, Música, Notas de leitura

Notas de Leitura

todos-os-homens-sao-mentirosos“Todos os Homens São Mentirosos” (Companhia das Letras), de Alberto Manguel
Alberto Manguel é um excelente pesquisador e inventariante dos livros. Quando escreve sobre ivros, bibliotecas e universo literário, produz obras memoráveis, como “Dicionário de Lugares Imaginários”, “A Biblioteca À Noite” e “À Mesa com o Chapeleiro Maluco”. Mas sua obra de ficção ainda não me convenceu. Aqui, ele trata dos exilados latino-americanos que foram viver na Europa nos anos 70. Após o suicídio mal explicado do escritor argentino Alejandro Bevilacqua, um jornalista francês vai entrevistar personagens que conviveram e conheceram os vários segredos do autor. Então surgem as memórias de quem teve que sair do seu país à força, de forma a criar um mosaico de lembranças de uma época carregada de esperanças e frustrações. Essas múltiplas vozes dão vigor ao romance, mas Manguel fica à margem da inventividade que toma conta dos seus livros de não ficção. Apesar da prova muito bem construída, ao final fica a sensação de que o argentino naturalizado canadense poderia render mais.

O blog já entrevistou Manguel, que falou sobre livros e bibliotecas. De quebra, mandou um verbete exclusivo para o seu “Dicionário de Lugares Imaginários”. A entrevista está neste link.

correr“Correr” (Companhia das Letras), de Drauzio Varella
Se você não corre e não é adepto dessa nova mania chamada “corridas de rua”, pode até ficar com receio de chegar perto deste livro. E, realmente, partes do livro só vão interessar quem pratica esse esporte. Mas quem não se arriscar perderá deliciosas crônicas de um corredor e suas aventuras não só pelas diversas maratonas, mas também pelas cidades ao redor do mundo. A dor, o sacrifício e o prazer em enfrentar 42 km podem parecer distantes para um sedentário, mas se transformam numa narrativa bem humorada. O autor encaixa nos seus textos um olhar atento pelas cidades, seja São Paulo, Tóquio ou Boston. Não deixa passar personagens que surgem no seu cotidiano, como o misterioso corredor que começou a acompanhá-lo em seus treinos no parque do Ibirapuera. Intercalados com essas crônicas, surgem curtos capítulos dedicados ao praticante, com orientações médicas e explicações anatômicas. Pode pular sem medo. Sem querer convencer ninguém a calçar tênis e sair correndo, Varella consegue se introduzir numa linhagem rara de cronistas com olhar agudo ao cotidiano.

jerry-lee-lewis“Jerry Lee Lewis – Sua Própria História” (Edições Ideal), de Rick Bragg
As biografias de referências para o rock estão sendo lançadas em profusão. Recentemente, saíram as de Lou Reed e Leonard Cohen. David Bowie ganhou outra. Há picaretagens, livros escritos à distância, baseados em pesquisas no Google, e volumes sérios, bem pesquisados. Esta biografia de Jerry Lee Lewis está na estante das que valem a pena ser lidas. Escrita pelo jornalista Rick Bragg, especialista em dar voz ao sul dos Estados Unidos, a história de um dos pioneiros do rock é daquelas que não escondem praticamente nada. Com livre acesso ao seu investigado, Bragg não se pretendeu a reinventar os fatos. Então, lemos um Lewis sem amarras e barreiras. Seus problemas com drogas e bebidas estão todos lá. Da subida espetacular ao sucesso à decadência – em um momento, a única pessoa que o ajudava era Elvis Presley, ele mesmo preso em sua bolha de drogas em Las Vegas. A relação polêmica com Myra, então com 13 anos, está detalhada, assim como seus inúmeros outros casamentos. Tudo regado a muito bom humor. Esse é o grande mérito do livro, contar a vida de uma figura essencial para a história da música do século 20 sem se preocupar com limites. Livro fundamental para conhecer ou se aprofundar em Lewis e para entender como uma biografia pode ser bem feita sem ser uma hagiografia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s