Argentina, Da biblioteca de casa, Memórias

30 anos sem Borges

Borges-altar-genio-Latinoamerica_CLAIMA20110614_0209_19Hoje, faz 30 anos da morte de Jorge Luis Borges. Deixo um recorte de um dos livros dele como homenagem.

*****

“Não está aqui Isidoro Suárez, que comandou uma carga de hussardos na batalha de Junín, que não passou de uma escaramuça e que mudou a história da América.

Não está aqui Félix Olavarría, que com ele partilhou as campanhas, a conspiração, as léguas, a alta neve, os riscos, a amizade e o desterro. Aqui está o pó de seu pó.

Não está aqui meu avô, morto depois da capitulação de Mitre em La Verde.

Não está aqui meu pai, que me ensinou a desconfiar da intolerável imortalidade.

Não está aqui minha mãe, que me perdoou coisas demais.

Não há quase nada aqui, sob os epitáfios e as cruzes.

Eu não estarei aqui. Estarão meu cabelo e minhas unhas, que não saberão queo resto está morto e continuarão crescendo e serão pó.

Eu não estarei aqui, serei parte do olvido que é a tênue substância de que é feito o universo.”

(“A Recoleta”, texto incluído em “Atlas”)

Anúncios

1 thought on “30 anos sem Borges”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s