A parada necessária

Com as leituras engatadas de “O Impostor”, de Javier Cercas, e “A Balada de Adam Henry”, de Ian McEwan, o blog encerra 2015.

Ano difícil, mas que termina bem. Ano irregular de leituras, reflexo da vida, mas ainda assim rico em boas descobertas.

Chegou a hora, então, da parada necessária. O blog volta no dia 11 de janeiro.

Boas festas e um ótimo Ano Novo a todos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s