Autores, Brasil, Canadá, Ficção, Notas de leitura, Portugal

Notas de leitura – Três mulheres

42266488“Fugitiva” (Biblioteca Azul), de Alice Munro
Este é o segundo livro que leio da escritora canadense – o primeiro foi “O Amor de uma Boa Mulher”. Seus contos muitas vezes podem fazer as vezes de um romance curto, e aqui a hipótese se repete. Como estrutura, temos mulheres que buscam seu lugar, que questionam suas posições, como no conto que dá título ao livro – uma menina tenta mudar de vida e deixar o ambiente repressor em que vive, submetida à violência. Ou em “Ocasião”, em que a personagem tenciona ocupar o espaço, deixar de ser substituída na vida pessoal e profissional. Um dos mais fortes é o conto “Silêncio”, que trata da busca de uma mãe por sua filha. As vidas caminham e a mãe não desiste do reencontro, sem saber que a separação talvez tenha sido a forma de se encontrar. Em comum, temos a descrição de um Canadá fora do meio urbano, com paisagens monótonas, em sintonia com a vida retratada por Munro. A escrita é precisa, com descrições enxutas. Um grande livro.

“Juliet estava acostumada a esse tipo de conselho, mas tinha ficado desapontada por ouvi-lo daqueles homens que não pareciam ter passeado com muita vontade pelo mundo real. Na cidade onde ela cresceu, seu tipo de inteligência era muitas vezes colocado na mesma categoria de uma perna manca ou um polegar a mais, e as pessoas logo apontavam as desvantagens que se poderia esperar – a incapacidade de operar uma máquina de costura ou de fazer um embrulho bonito, ou de reparar que sua combinação estava aparecendo. O que seria dela, eis a questão.”

(Do conto “Ocasião”)

692875“Fazes-me Falta” (Alfaguara), de Inês Pedrosa
Li este livro em 2003, quando a editora Planeta começou a publicar no Brasil (ao lado). A edição era de capa dura, caprichada. Fui reler trechos do livro recentemente, por conta da participação da escritora portuguesa no Fli-BH. Inês Pedrosa escreveu uma crônica da relação entre um homem e uma mulher, morta precocemente e que inicia o diálogo com seu par. Tomado por imagens e metáforas, o romance conduz o leitor ao universo dos personagens por uma via que exala sentimentos. Muito bem escrito, escapa de ser um romance feito para chorar. Estamos diante de um tratamento da linguagem raro de se encontrar.

“Enquanto morria, não vi a minha vida em câmera lenta nem vales verdejantes, nem sequer ouvi músicas celestiais. Talvez seja possível morrer-se assim, como tantas vezes ouvi contar. Talvez até seja possível que, no instante do estertor, o relâmpago do gênio ponha na boca de alguns as palavras redentoras. Sempre duvidei disso, mas tudo aquilo de que duvidamos é possível, digo eu, agora que já não tenho o supremo prazer da dúvida.”

13657_gg“Por Escrito” (Companhia das Letras), de Elvira Vigna
Faz quase dois anos que li este livro, mas nunca consegui escrever sobre ele. Ficou guardado, à espera de ser comentado. A verdade é que não consegui. Poderia resumir do que se trata, mas acho que o melhor que posso fazer é recomendar a leitura.

Elvira Vigna é daquelas autoras que precisam ser lidas, cada vez mais.

 

 

“Está vendo? De nada adiantaria eu te dizer desse meu nome porque, sem essas coisas que estão em volta, ele não é nada. E você não saberia. Não saberia da altura dos meus olhos, em que altura das coisas meu olhar batia, não saberia dos cheiros. Das risada – gargalhadas, na verdade – perdidas, batendo, elas, pelos cantos e quintas, a qualquer altura, e que era o que me fazia ficar bem tudo bem.”

“E, depois, sozinha, gosto imenso de me olhar, fragmentada no espelho de várias faces grudadas no teto, eu, deitada na cama vazia e recuperando o teu cheiro, a tua voz doce. É um período. Depois paro de me hospedar lá. Passa. Mas durante um tempo eu, lá, recuperava não um nós, que nunca de fato houve, mas minha história inventada, a história ridícula de viver um grande amor.”

Anúncios

1 thought on “Notas de leitura – Três mulheres”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s