Da biblioteca de casa, Ficção, Rússia

Da biblioteca de casa: “Padre Sérgio”, de Tolstói

“Em Petersburgo, nos anos de 1840, teve lugar um acontecimento dos mais extraordinários: o comandante do esquadrão de honra do regimento de couraceiros, para o qual todos prediziam brilhante carreira, coo ajudante-de-campo do imperador Nikolai I, um belo príncipe a um mês do casamento com uma encantadora dama-de-honra protegida pela imperatriz, pediu baixa, rompeu o noivado, entregou seus modestos rendimentos à irmã e partiu para um monastério com a intenção de se tornar monge. Tal acontecimento pareceu surpreendente e inexplicável àqueles que não conheciam suas motivações interiores; para o próprio príncipe Stiepán Kassátski, no entanto, tudo ocorreu de maneira tão natural que ele não poderia imaginar um modo diferente de agir.”

*****

Este parágrafo inicial de “Padre Sérgio” (Cosac Naify) é outra grande demonstração da força das aberturas das obras em prosa de Tolstói.

Anúncios

1 thought on “Da biblioteca de casa: “Padre Sérgio”, de Tolstói”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s