Reblogado

Dicas literárias de países participantes da Copa 2014

MONTE DE LEITURAS: blog do Alfredo Monte

salimOctavio Paz enla biblioteca de su csa en 1989. Foto: Fabrizio Leon DiezIvo-Andrić-2Herman Kochalejandro_zambraipad-art-wide-3-mccullough-420x0Cercas Javier

(uma versão do texto abaixo foi publicada originalmente em A TRIBUNA de Santos, em 17 de junho de 2014)

Infelizmente, não é possível estabelecer uma relação de igualdade entre as produções literárias dos países participantes da Copa por uma razão muito simples: a lacuna nas traduções. Nenhum escritor de Camarões (Grupo A), da Costa do Marfim (C), sequer da Costa Rica (D), ou do Equador e Honduras (o que desfalca muito o grupo E), e olhe que são países do nosso continente, falantes de uma língua-irmã. E por que será que nunca pude ler nenhum autor contemporâneo do Irã [1] (F), em versão brasileira, fato inexplicável: países em ebulição social e política invariavelmente apresentam vigor literário (caso, também, da Bósnia). No G, estou em falta com Gana; no H, com a Coréia do Sul (no entanto, é bom lembrar que um dos favoritos ao Nobel nos últimos anos…

Ver o post original 1.832 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s