Da biblioteca de casa, Ficção, Itália

Da biblioteca de casa: “Morte em Veneza”

“Que aventura mais estranha, incrível, humilhante, cômico-fantástica: ser virado e arremessado de volta pelo destino, como um boneco; voltar a rever em menos de uma hora lugares de que há pouco se despedira para sempre com a mais profunda melancolia (…) De quando em quando, seu peito era ainda sacudido por um riso interior, ao pensar nesse infortúnio, pelo qual, como dizia a si mesmo, nem mesmo um protegido da sorte seria mais favorecido”

(“Morte em Veneza”, Thomas Mann)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s