Da biblioteca de casa, Estados Unidos, Ficção

Da biblioteca de casa – “Acho melhor não”

“Estava eu sentado nessa posição quando o chamei, dizendo depressa o que eu queria que fizesse, isto é, conferir um pequeno documento. Imagine a minha surpresa, ou melhor, a minha consternação, quando, sem sair do seu retiro, Bartleby respondeu com uma voz singularmente amena e firme, ‘Acho melhor não’.

Fiquei sentado por algum tempo em silêncio, atônito, procurando me recompor. Então achei que os meus ouvidos tinham me enganado, ou que Bartleby não havia entendido as minhas palavras. Repeti o pedido com a maior clareza que consegui. Mas a resposta anterior veio ainda mais clara, ‘Acho melhor não’.

‘Melhor não’, repeti como um eco, levantando-me nervoso e atravessando a sala a grandes passos. ‘O que quer dizer? Ensandeceu? Quero que me ajude a conferir esta página aqui, pegue-a!’, e atirei-lhe o documento.

‘Acho melhor não’, disse ele.”

(“Bartleby, O Escrivão”, de Herman Melville)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s