Comentário, Estados Unidos, Música, Não ficção

Estamos vivos – um perfil de Bruce Springsteen

Os relatos sobre o show que Bruce Springsteen apresentou em São Paulo na quarta-feira são superlativos, um dicionário de sinônimos para adjetivos como fabuloso, sensacional, impressionante, emocionante.

Atualmente, seu show é considerado como um dos mais energizantes do mundo, ainda que distante do faturamento de medalhões como Rolling Stones, U2 e Madonna.

Bruce toca sábado no Rock in Rio e deve provocar a mesma catarse – passará dos 6.000 que o viram em SP para cerca de 85 mil. É um dos grandes astros do momento.

BREVE-COMPANHIA_ESTAMOS_VIVOSComo complemento aos shows, a Companhia das Letras, via selo Breve Companhia, lançou o e-book “Estamos Vivos”, um perfil escrito por David Remnick, editor da “The New Yorker” e autor de livros fundamentais do jornalismo literário, como “Dentro da Floresta”, reunião de perfis, e “O Rei do Mundo”, a história de Muhammad Ali – todos pela Companhia das Letras.

Remnick tem não só um dos melhores textos atuais do jornalismo, mas é também um mestre da apuração, na melhor escola Gay Talese, que prega o sapato sujo – ideia de que dessa forma o repórter foi às ruas colher informações.

O perfil de Bruce Springsteen empolga tanto o iniciado no músico como os interessados em boa leitura, da mesma forma que aconteceu com o livro sobre Ali. O texto foi publicado pela “The New Yorker” em julho de 2012 (neste link vai o original) e capta o músico no início de sua turnê para promover seu último álbum, o ótimo “Wrecking Ball” – a editora não informa a origem do texto nem sua data de publicação.

Remnick vai aos ensaios, assiste aos shows e conversa com a banda. Viaja ao passado para biografar a vida de Springsteen, identificar origens e como ele se moldou no astro que é hoje.

Leia o que o jornalista escreve logo no início:

“Ao contrário dos Rolling Stones, digamos, que não compõem uma grande canção desde os tempos da discoteca e só se reúnem para engordar suas fortunas como banda cover de si própria, Springsteen se recusa a ser um curador mercenário de seu passado. Ele continua evoluindo como artista, enchendo um caderno atrás do outro com ideias, citações, perguntas, recortes e, acima de tudo, músicas novos.”

O texto é envolvente e enxuto, sem excesso. E a distância não impede o olhar agudo, observador e que busca a autocrítica nos seus perfilados. Remnick é cirúrgico ao retratar não só Springsteen, mas sua relação com amigos, músicos e família.

O jornalismo, a depender de nomes como Remnick, não só tem vida longa como promissora. É revigorante ler um perfil como este, mesmo para quem não gosta do músico. O texto supera questões mínimas como gosto para se transformar em um perfil histórico.

Foto: Julian Broad
Foto: Julian Broad
Anúncios

4 thoughts on “Estamos vivos – um perfil de Bruce Springsteen”

  1. Estava devendo um comentário aqui, Ricardo. Entrei aqui algumas vezes, mas é difícil ter um tempinho para deixar minhas impressões.
    Sempre me pareceu que, seja tocando rock, folk, pop, balada, a música é uma diversão, a droga que ele consome e dá o grande barato em sua vida. Eu fui ao show de quarta-feira e vi de perto o prazer que esse velho maluco de 63 anos demonstra em pular, correr, se jogar no público, solar a guitarra para depois dá-la de presente a uma fã ou quebrar a ordem da playlist do show atendendo aos pedidos da platéia.
    Impossível não se lembrar das histórias atribuídas a ele – ligar para as viúvas dos bombeiros do 11 de setembro, arrecadar mantimentos para os desempregados norte-americanos – e até achar que isso é verdade, porque a impressão que fica é a de que ele não é apenas mais um popstar.
    Aliás, o termo “popstar” hoje em dia é até uma ofensa, não?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s